Assinar
Educação para Vencer. Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio com Pré-Vestibular e ENEM

O cardápio ideal para o vestibulando

Uma dieta saudável pode ajudar a entrar na faculdade! Capriche na escolha dos alimentos!

Refeições leves, nutritivas e que otimizam a atividade cerebral: confira esse guia completo!

Refeições leves, nutritivas e que otimizam a atividade cerebral: confira esse guia completo!

O cardápio elaborado pela nutricionista Vivian Goldberger prioriza alimentos que ativam a memória e ajudam na concentração e na rapidez de raciocínio.

  • Calma

O momento da refeição deve ser prazeroso, por isso, nada de comer correndo! Ensine-o a mastigar bem e comer com calma.

  • Frequência

O ideal é fazer de quatro a seis refeições por dia (café da manhã, lanche, almoço, lanche, jantar e ceia).

  • Nutrientes

Prefira alimentos ricos em carboidratos e pobres em gordura e açúcar (batata, pães, verduras e cereais integrais).

  • Tanquilidade

Para reduzir a ansiedade, ofereça alimentos considerados calmantes, como suco de maracujá, chá de camomila ou de erva-doce.

  • Saúde

Doenças nunca são bem-vindas. Então, é importante comer alimentos que têm vitamina C: laranja, acerola, abacaxi, morango.

  • Xô stress!

Bebidas estimulantes, como café e refrigerantes com cafeína, devem ser evitadas, pois aumentam o nervosismo.

  • Leveza

O consumo em excesso de ingredientes que fermentam (repolho, couve-flor e feijão) pode causar flatulência (gases) e desconforto intestinal. No dia da prova, ajude seu filho a ficar longe deles!

  • Digestão

Alimentos gordurosos demoram mais tempo para serem digeridos, podem dar sono e mal-estar. Reduza o consumo.

  • Desconforto

O excesso de doces, balas e chocolates pode resultar em desconforto gástrico e indisposição.

  • Hidratação

Tomar oito copos de água por dia. Ela ajuda na digestão, no funcionamento dos rins e intestinos e regula a temperatura do corpo. Além disso, repõe a perda de líquidos, que aumenta com o estresse, melhorando a disposição.

  • Hábitos

Não fazer mudanças radicais na alimentação nos dias próximos às provas.

Fonte: http://educarparacrescer.abril.com.br/