Assinar
Educação para Vencer. Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio com Pré-Vestibular e ENEM

Qual a diferença entre sonares e radares?

img-materia-r7-sonar
Confira como se dá a distinção entre esses dois objetos que tem a funcionalidade parecida
Ondulatória é um dos assuntos mais cobrados no Enem, esse padrão é recorrente visto que anualmente aparecem questões sobre o estudo das ondas no caderno de naturezas. Além disso, o estudo de ondulatória é aplicado em sonares e radares que utilizam ondas específicas para seu funcionamento.
A princípio, ondulatória é o estudo das ondas, que por sua vez, são perturbações em grandezas físicas. Estas perturbações são divididas em dois tipos: ondas eletromagnéticas e ondas mecânicas. As eletromagnéticas não precisam de um meio para se propagar enquanto, por outro lado, as mecânicas precisam de um meio para se propagar.
O sonar é um instrumento utilizado para a detecção de objetos no fundo do mar. Inicialmente, fora usado em guerras para localizar submarinos; atualmente, é utilizado em pescas, oceanografia e etc. O funcionamento do sonar consiste na produção de pulsos sonoros e, ao encontrar um obstáculo, retorna para o emissor, com as medições de distância do obstaculo. O sonar gera ondas mecânicas pois depende de um meio – que no caso é o mar – para se propagar.
Por outro lado, o radar tem o mesmo intuito que o sonar – localizar objetos -, porém, seu funcionamento é um pouco diferente. Para funcionar, é necessário uma antena que gera e recebe os pulsos eletromagnéticos em alta frequência e estes pulsos, por serem ondas eletromagnéticas, não necessitam de meio de propagação. Após as ondas se chocarem com o obstáculo, será retornada para o receptor sua posição. Ademais, em radares mais modernos, existe a possibilidade da identificação de velocidade no momento da detecção.
Portanto, a diferença entre os sonares e radares se justifica pelo tipo de onde por eles utilizada para cumprir seu proposito. Enquanto os sonares estão restritos ao meio marítimo, os radares tem o uso mais amplo que vai desde aeronáutica até o anime Dragon Ball, com o radar do dragão, que detecta as esferas do dragão próximas.
Fonte: https://blog.enem.com.br/